BON JOVI “EU FICO ENTEDIADO DE CANTAR MEUS MAIORES SUCESSOS” - O MELHOR DA MÚSICA NA WEB

BON JOVI “EU FICO ENTEDIADO DE CANTAR MEUS MAIORES SUCESSOS”

Bon Jovi“Eu fico entediado de cantar meus maiores sucessos. Eu realmente preciso cantar Livin’ on a Prayer mais uma vez? Sim! Para todo o sempre, sim! Esse pensamento me deprime, mas eu tenho que conciliar isso”. Este é um dos trechos de uma entrevista para a The Guardian, publicada neste sábado dia 15 de outubro, onde um melancólico Jon Bon Jovi fala sobre diversos assuntos relacionados a sua carreira, a fama e a sua vida em geral. Ele demonstra um certo desanimo e desabafa ao falar da saída de Richie Sambora: “Trabalhamos juntos por 30 anos! Partiu meu coração quando ele deixou a banda, ele poderia ter feito isso de uma maneira melhor”. Ao falar sobre a pressão da fama ele diz “A fama é uma puta, pelo menos inicialmente. É um tipo de trauma que você passa no começo do sucesso. Quando chegou eu estava completamente despreparado pra isso. De repente, eu comecei a assinar contratos deixando meus pais confiantes em mim em relação ao dinheiro”. Em outros trechos da entrevista ele diz que apavora-se com a possibilidade de Trump ser o novo presidente, diz que as drogas nunca foram uma grande atração para ele e fala da sua infância nos subúrbios de New Jersey onde cresceu com uma família amorosa, unida e muito feliz. Ao falar sobre o mercado fonográfico atual, Bon Jovi diz que os anos de ouro da música estão mortos e que ele não gostaria de ser um jovem músico iniciante nos dias atuais. Jon Bon Jovi sabe que os tempos são outros. Maduro e consciente, ele soube envelhecer com dignidade. “Se eu vou ser o garoto-propaganda para os rockeiros casados, eu aceito isso! Mas não há nenhuma chance neste planeta de eu colocar um jeans rasgado hoje em dia” – Disse o cinquentão Jon com seus cabelos grisalhos. Veja o vídeoclipe lançado há menos de um mês da música “This House is Not For Sale“, faixa que dá título ao novo álbum que será lançado no dia 4 de novembro.

Fonte: The Guardian – Link da matéria original

About the Author: Tomaz Sussekind