A INCRÍVEL HISTÓRIA DE “BLACK”, DO PEARL JAM

A INCRÍVEL HISTÓRIA DE “BLACK”, DO PEARL JAM!

Como uma banda no começo de carreira pode escrever uma canção tão profunda, intensa, poética e esmagadora de corações como “Black”? Qual a explicação para tanta inspiração? Como saber? Só sei que uma das músicas mais perfeitas da história do rock, já estava pronta e acabada antes mesmo do Pearl Jam surgir.  Veja:

A canção apareceu como uma demo instrumental, sob o nome “E Ballad”, que foi composta pelo guitarrista Stone Gossard, em 1990. Era apenas uma das cinco músicas da fita chamada Stone Gossard Demos, aquela que foi distribuída na esperança de encontrar um vocalista e um baterista para o grupo.

A fita chegou às mãos de Eddie Vedder, que trabalhava como frentista num posto na Califórnia. Vedder gravou o vocal de outras três músicas e foi convocado para a banda. No caminho para Seattle, Eddie escreveu a letra para “E Ballad”, mudando seu nome para “Black” que, nada mais é, que um monólogo de um homem de coração partido, se lembrando de sua amada que se foi. Oh, sofrência! kkkkkkkkkk

A canção foi gravada no álbum Ten, de 1991, mas o Baú do Rock traz aqui, com exclusividade, a primeira apresentação da canção em Seattle, no Off Ramp Caffe, em outubro de 1990. Veja e perceba que ela estava pronta e acabada, mesmo antes de receber o aparato de produção para o álbum. Não é realmente impressionante?

Baú do Rock

About the Author: baudorock

Avatar