Billy Corgan do Smashing Pumpkins conta como Nirvana e Pearl Jam quase acabaram com a sua vida

Um período complicado na vida de Billy Corgan e a superação para uma vida de sucesso.

O genial Billy Corgan, produtor, poeta, músico, guitarrista, vocalista e cérebro do Smashing Pumpkins revelou o quanto o sucesso do Nirvana e do Pearl Jam afetou a sua saúde mental, e que as suas lutas durante esse período conturbado inspiraram o hit “Today“.

Em 1991, antes do estouro da cena Grunge, dentro do circuito underground americano o Smashing Pumpkins era um dos grandes pilares na cena local de música alternativa. Mas justamente quando o grupo lançou o seu primeiro álbum Gish, aconteceu o “boom” do Grunge, fazendo com que o seu lançamento fosse ofuscado pela explosão do estilo liderada pelo Nevermind do Nirvana e do Ten de Pearl Jam, com todos os holofotes da mídia mundial direcionados para essas duas bandas.

Dentro de um curto espaço de tempo, eu fui de pensar que eu era muito bem sucedido dentro da minha área, para todas as regras tinham mudado na minha área“, explicou Corgan. “Tudo o que eu tinha construído para ser e fazer não era mais relevante. Fui para uma depressão muito estranha porque senti que algo não tinha sido tomado, mas a mudança fez eu me sentir inadequado, de uma maneira que eu não estava preparado para tudo aquilo“. 

Corgan disse que a sua vida durante este período foi bastante complicada, onde encontrou dificuldade para escrever canções e entrou em uma “depressão suicida” contemplando até a ideia de pular pela janela. “Eu acordei numa manhã, olhei para fora da janela e pensei, ‘Ok, bem, se você não vai saltar pela janela, é melhor você fazer o que for que você precisa fazer” revelou. Foi então que para sorte dele, nossa e de todos amantes do Rock, as coisas começaram a mudar e naquela manhã quase fatal ele escreveu a música “Today“, canção que fez um enorme sucesso com aquele videoclipe do caminhão de sorvete, sendo o primeiro grande Hit do Samashing Pumpkins a chegar nas paradas de sucesso, abrindo caminho para uma carreira promissora. “Esta música é uma espécie de observação irônica sobre o suicídio, mas, em essência, a meditação por trás da letra é que todos os dias é o melhor dia, se você deixá-lo ser.”

Relembre do famoso clipe de Today: 

Depois disso o sucesso na carreira de Billy Corgan foi cada vez maior e em 1995 o álbum duplo Mellon Collie e Infinite Sadness com uma série de singles de sucesso foi nomeado para sete prêmios Grammy daquele ano e acabou sendo premiado dez vezes como disco de platina nos Estados Unidos. A canção “1979” foi o maior sucesso dos Smashing Pumpkins até à data, alcançando o primeiro lugar nas paradas e nas principais tabelas de rock da Billboard.

Em 1998 o lado produtor e compositor de Corgan apareceu no álbum Celebrity Skin da banda Hole, de Courtney Love, onde Billy produziu e compôs várias faixas. Corgan foi um antigo namorado de Courtney, mas ela o abandonou para ficar com Kurt Cobain. Após a morte do líder do Nirvana, com a reaproximação para a produção deste álbum, Corgan e Love tiveram novamente um relacionamento que durou por algum tempo.

Billy Corgan e Courtney Love.

Billy Corgan e Courtney Love juntos novamente

No ano 2000 o grupo Smashing Pumpkins acabou e Billy Corgan deu início a outros projetos. Em 2003, formou a banda Zwan que teve carreira curta, decidindo por dissolvê-la alguns anos depois de formada. Em 2004, Billy Corgan lançou um livro de poemas chamado “Blinking with fists“.

Capa do livro de poesias de Corgan "Blinking with fists"

Capa do livro de poesias de Corgan “Blinking with fists”

Depois em 2005 lançou seu primeiro álbum solo The Future Embrace, que conta com a participação especial do vocalista do The Cure Robert Smith dividindo os vocais com Corgan em To Love Somebody, uma regravação dos Bee Gees.

Em 2007, em sua nova formação, os Smashing Pumpkins voltaram e lançaram o álbum, Zeitgeist, seguido pelo EP de quatro músicas American Gothic, em 2008. No mesmo ano saiu o DVD If All Goes Wrong registrando os primeiros shows da banda em 2007, além de um documentário sobre o retorno do grupo.

Em 2009, Billy Corgan iniciou um projeto paralelo de curta duração, Spirits in the Sky, onde contou com a participação de Dave Navarro, guitarrista do Jane’s Addiction. Também anunciou o seu novo trabalho com os Smashing Pumpkins, Teargarden by Kaleidyscope, que será um álbum gratuito de 44 músicas, lançadas individualmente e compiladas em um box especial no futuro.

Além dos projetos musicais em que participa, Billy Corgan também deu início a um site espiritual, onde escreve periodicamente, chamado Everything from here to there, que não é ligado a nenhuma religião em específico, mas sim procura passar mensagens positivas para os leitores. No dia 26/04/2015 a TNA Wrestling anunciou que Billy se tornou o Produtor Sênior, Criativo e Desenvolvimento de Talentos da empresa.

O cara é um workaholic, cheio de talento em várias áreas, exemplo de sucesso e um dos grandes remanescentes do Rock Alternativo. Longa vida artística para ele!!!

Baú do Rock

About the Author: Tomaz Sussekind

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *