Funeral de Chuck Berry ocorreu neste domingo

 Apesar de ter morrido no dia 18 de março, somente 3 semanas depois, ontem, no dia 9 de abril, que aconteceu o velório de Chuck Berry com a presença de amigos, familiares e alguns fãs.

(Foto: Laurie Skrivan/St. Louis Post-Dispatch via AP)

(Foto: Laurie Skrivan/St. Louis Post-Dispatch via AP)

A cerimônia de despedida desta lenda do Rock aconteceu na cidade natal do artista, em Saint Louis, nos Estados Unidos. O velório começou com uma cerimônia pública no The Pageant, um clube de música onde Berry tocou diversas vezes, com a presença de centenas de fãs que passaram pelo local. Em seguida, em uma cerimônia privada, somente a família e alguns amigos de Berry ficaram no clube para uma celebração com música ao vivo.

Durante o velório, pôde ser observado a sua famosa guitarra Gibson Semi-Acustica Cherry presa na parte de dentro da tampa do caixão.

A famosa Gibson Semiacústica cherry imortalizada por Chuck Berry (Foto: REUTERS/Lawrence Bryant)

A Gibson Semi-Acústica cherry imortalizada por Chuck Berry (Foto: REUTERS/Lawrence Bryant)

O ex-presidente Bill Clinton enviou uma carta que foi lida no funeral, onde Clinton classificou Berry como “Um dos maiores pioneiros do rock and roll da América” e acrescentou: “Sua música falou com as esperanças e sonhos que todos nós tínhamos em comum. Eu e Hillary crescemos ouvindo ele“. Grandes ícones do Rock como Paul McCartney e Little Richard também enviaram notas de condolências para Chuck Berry. Já os Rolling Stones enviaram uma coroa de flores em forma de guitarra

Gene Simmons, baixista do Kiss, era um dos convidados que a princípio não estava programado para falar, mas foi incentivado a subir no palco e disse que Chuck Berry teve uma enorme influência sobre ele como músico, e que trabalhou para quebrar barreiras raciais através de sua música.

Coroa de flores em forma de guitarra enviada pelos Rolling Stones (Foto: GETTY IMAGES)

Coroa de flores em forma de guitarra enviada pelos Rolling Stones (Foto: GETTY IMAGES)

Baú do Rock

About the Author: Tomaz Sussekind

Tomaz Sussekind