Vocalista dos Raimundos, Digão, fala sobre saída de Rodolfo: “perdoei, mas não esqueci”

Raimundos recentemente gravou seu acústico e segue firme na estrada

Em abril deste ano o grupo Raimundos lançou um novo trabalho pela Somlivre, em CD e DVD, com vários hits de sua carreira, em formato desplugado e em clima de celebração. Trata-se do seu aguardado álbum acústico que contou com a participação de vários convidados especiais como Alexandre Carlo (Natiruts) e Dinho Ouro-Preto (Capital Inicial), o grupo de rap Oriente, a cantora Ivete Sangalo, o ex-baterista do Raimundos Fred Castro e o filho do vocalista Digão, Rick Campos, tocando piano em “I Saw You Saying (That You Say That You Saw)”.

Com tantas participações especiais, incluindo a de um ex-integrante (o baterista Fred que toca em duas canções), algumas pessoas estranharam e comentaram sobre a ausência do primeiro vocalista Rodolfo.

Recentemente durante uma entrevista para a TV Brasil, o atual vocalista da banda, Digão, falou sobre a saída do Rodolfo que deixou a banda para se dedicar à religião.

Ele se preparou e não deixou que ninguém se preparasse. Isso que ficou ruim. A mágoa, graças a Deus eu perdoei, mas eu não esqueci”.

Digão ainda comentou sobre a questão das drogas, que segundo Rodolfo teria sido o principal motivo para para ele se converter e se desligar do grupo. Digão negou que houvesse um grande problema de drogas na banda.

Eu nunca vi no Raimundos uma coisa de drogas pesadas como cocaína, o pessoal se acabando, virando noite por causa de cocaína. A gente fumava maconha. Não tenho nada contra quem fuma. Agora, em relação a drogas pesadas, eu tenho restrição, eu não curto. Eu parei de fumar maconha já tem 14 anos. Eu parei por opção minha até porque eu achei que era a minha hora de parar, até pelos meus filhos”.

Assista alguns momentos do DVD acústico do Raimundos

Baú do Rock

About the Author: Tomaz Sussekind

Tomaz Sussekind