AC/DC de volta com Brian Johnson, no estudio e nos palcos

Chega de má notícia, pelo amor de qualquer ser divino (ou não) que você queira invocar para livrar o rock de todo o mal! Há rumores cada vez mais fortes de que Brian Johnson está trabalhando em um novo disco de estúdio e irá retornar aos palcos com o AC/DC!

Recentemente muitos comentários no mundo do rock trazem informações de que a volta do AC/DC aos estúdios com Brian Johnson não é um sonho, mas uma realidade. Tudo começou quando a banda Terrorizer postou em seu Instagran (Outubro/2018) que encontraram Brian em um Aeroporto e este havia confessado sua participação em um novo álbum da banda. Depois, em Fevereiro, foi a vez de um personal trainer postar uma foto entre Cliff e Johnson em Vancouver, no Canada onde, curiosamente, o AC/DC costuma mixar seus discos.

Johnson e Cliff, com seu preparador físico

Outra foto reveladora mostrou Johnson e Phil Rudd no Warehouse Studios em Vancouver, onde também foram vistos Angus e Steve Young, além de Mike Frasier, que mixou 5 discos do AC/DC, além de ter trabalhado com Aerosmith e Metallica.

Momento em que o danadenho do Johnson tenta se esconder do paparazzi

Em uma entrevista a um repórter australiano, Tony Mantz, Mike não negou que o AC/DC estava gravando um novo disco ao comentar que “sim, estamos trabalhando em algo no estúdio mas não tenho autorização para comentar” e, ao ser questionado se com Brian nos vocais, respondeu: “Eu acho que sim”, com uma grande gargalhada na seqüência. Segundo informações, o novo disco seria inteiramente dedicado a Malcolm Young, falecido em 2017.

“Com Brian nos vocais?” – “Eu acho que sim” – quer enganar a quem, Mike?

Finalmente, em Abril o apresentador de rádio nrte americano Eddie Trunk confirmou que ouviu de fontes seguras que Brian vai voltar aos palcos com o AC/DC, sem sobra de dúvidas, embora isso ainda não tenha sido confirmado oficialmente por alguém da banda

É sempre bom lembrar que o cantor sofre com problemas auditivos mas que, em 2016 ele já havia falado sobre uma tecnologia que o havia permitido escutar, mas que ainda precisava ser mais desenvolvida e “miniaturizada”. Será que conseguiram? Como dizem por aí, nunca é bom acreditar em rumores, mas também é fato que, onde há fumaça, há fogo e, nesse caso, parece que tem uma floresta inteira queimando, de tanta fumaça no ar.

Baú do Rock

About the Author: Luiz Totti

Avatar