Bon Jovi, Dave Matthews Band e Goo Goo Dolls fazem “Noite de gente grande” no Rock in Rio

Noite de gente grande no Rock in Rio!

Abertura dos portões, foto: Marcelo Paixão
Abertura dos portões, foto: Marcelo Paixão

Enquanto os dois primeiros dias do Rock in Rio 2019 levaram um público mais na faixa dos 30 para a Cidade do Rock, no domingo foi bem mais evidente a presença de quarentões e cinquentões que enfrentaram um dia extremamente frio para conferir o Soft Rock tranquilão do Goo Goo Dolls, o requinte virtuoso de Dave Matthews Band e a grande atração da noite, o sorriso mais branco do Rock de Jon Bon Jovi e sua banda batizada com seu sobrenome.

Foi uma das noites mais ecléticas do festival onde, com uma brasilidade bem distante da sonoridade pop rock, as atrações nacionais como Iza, Alcione e Ivete Sangalo não tinham nenhuma semelhança com os três grupos internacionais do Palco Mundo. Mas isso não foi problema, pois o público demonstrava ser bem flexível e disposto a prestigiar todas as apresentações.

Goo Goo Dolls, a banda de um único hit

Palco Mundo- Show Goo Goo Dolls!
Foto: Helena Yoshioka

Em sua primeira passagem pelo Brasil, o grupo Goo Goo Dolls fez um show com boas canções de violão e de certa forma foi bem recebido pelo público. Mas pelo fato de ter apenas um grande hit, acabou sendo um show mais morno, sem muita troca por parte do público que desconhecia praticamente todo o seu repertório, exceto pela linda balada Iris que a banda sabiamente guardou como uma valiosa carta na manga para encerrar sua apresentação com chave de ouro! Saldo positivo, agradou quem viu.

Swing, pop, folk no caldeirão refinado de Dave Matthews Band

Palco Mundo - Dave Matthews Band
Foto: TINE IHF

Como penúltima atração do palco mundo, Dave Matthews Band levou o seu som refinadíssimo para o Rock in Rio. Um espetáculo de virtuosismo porém com muito bom senso, músicos de altíssima qualidade exalando muita técnica, feeling e groove, mas sem soar exibicionista. Música de gente grande! Coisa chique! Bonito de ver e ouvir. O repertório abrangeu varias fases da carreira e em canções mais antigas, as frases marcantes do arranjo de violino do ex-integrante Boyd Tinsley, foram transportadas para a guitarra

Além das músicas autorais, o setlist de Dave Matthews teve espaço para uma versão de “Sexy Motherfucker” do Prince e um inusitado mashup que mesclava o instrumental de Back in Black, do AC/DC com a letra e a melodia vocal de Stayin’ Alive, dos Bee Gees. Certamente o momento de maior Feedback do público dentro da apresentação.

Bon Jovi com direito a beijo na boca de fã

Palco Mundo Bon Jovi!
Foto: Wesley Allen

A grande atração da noite, Bon Jovi, fez a sua melhor apresentação de todas as edições que participou no Rock in Rio. Se na última vez, em 2017, fizeram um show burocrático por “entrarem em campo” sem muito empenho como se o jogo já estivesse ganho, desta vez vimos uma banda com muito mais carisma e energia, com muita entrega e vontade de se doar ao máximo para o público. Apesar de não ter o mesmo alcance vocal da juventude, Jon Bon Jovi fez bonito e cantou com muita dedicação. Os backings dos seus guitarristas e do percussionista da banda de apoio davam o reforço necessário para o vocal de Jon.

O repertório que abordou varias fases da carreira foi recheado de sucessos como You Give Love a Bad Name, Keep The Faith, It’s My Life, Bad Medcine, Wanted Dead Or Alive, Raise Your Hands e até a inesperada e super pedida Always, canção que abriu o bis para delírio dos fãs.

Mas o momento ápice foi na romântica canção Bed of Roses, onde tradicionalmente, Jon convida alguma mulher da plateia para subir ao palco, dançar juntinho e ganhar um selinho.

Dessa vez não deu muito certo, pois na primeira tentativa, após dançar com uma moça que subiu ao palco, provavelmente ela era comprometida de dispensou o selinho tão almejado por milhares de outras fãs. Jon não se constrangeu e riu da situação. Logo, outra felizarda foi pinçada do público para subir ao palco. Encantada, a segunda fã convidada ao palco alisava os cabelos brancos de Jon enquanto ele cantava olhando nos seus olhos. A expectativa do beijo só aumentava, quando finalmente rolou o selinho para finalizar o momento valsinha de debutante em Bed of Roses.

Foi uma noite não tão cheia quanto às outras deste primeiro final de semana, mas memorável, que esquentou o coração de roqueiros numa noite fria. Na próxima quinta-feira o Rock in Rio estará de volta com os californianos do Red Hot Chilli Peppers como headliner.

Baú do Rock

About the Author: Tomaz Sussekind

Tomaz Sussekind