OS “METALEIROS” NO ROCK IN RIO DE 1985

CÔMICOS, TRÁGICOS, SEM-NOÇÃO? O QUE ERAM ESSAS FIGURAS LENDÁRIAS?

O primeiro Rock in Rio, além de muita música boa, trouxe ao mundo um neologismo: a palavra METALEIRO foi falada e ouvida em todos os cantos do planeta! Seria o correspondente ao headbanger, em português. O que significa o termo? No dicionário: Admirador ou músico adepto do rock heavy metal, que geralmente se veste de modo característico.

Mas, como tudo que é muito novo, tudo junto e misturado, tinha uns totalmente perdidos no meio da onda, uns bem mais deslocados que outros, obviamente. A maioria sem fazer ideia de que tribo estava incluído, mais por fora que cachorro que caiu do caminhão de mudança.

Um “metaleiro” do Rock in Rio de 1985

Nas reportagens da época, as quais iremos mostrar abaixo, eu não sabia se chorava ou se ria, com o naipe das figuraças que desfilavam na telinha. No fim eles acabaram por se tornar um espetáculo à parte, com sua irreverência e despreocupação em serem politicamente corretos e, às vezes, pelo total desconhecimento dos artistas e suas músicas.

Os metaleiros à caráter, do Rock in Rio 1985.
Em 1985 eu já estava rindo até 2020, com esses “metaleiros” do mal. 😀 😀 😀
Metaleiros enlouquecidos de São Paulo, na Noite do Metal.
Os metaleiros “satânicos” foram os mais engraçados…

Conhece alguém que apareceu nestas reportagens hilárias? Conta pra gente lá na fanpage do Baú do Rock.

Baú do Rock

About the Author: baudorock

Avatar