YES com Jon Anderson e Rick Wakeman pode se despedir em 2020

YES é uma das mais reconhecidas bandas do rock progressivo, gênero que explodiu no final dos anos 60, trazendo uma mistura maravilhosa, que incluia pitacos de jazz, blues, muito rock, sinfonicas, tudo misturado com o psicodelismo da época. As alternâncias de ritmo e a riqueza de detalhes sonoros de cada música sempre foram meio que hipnotizantes para mim. Dessa seara sairam nomes fantásticos como King Crimson, Pink Floyd,  Jethro Tull, Genesis, Van der Graaf Generator, Emerson, Lake and Palmer e a minha preferida, YES, que se desmantelou no início dos anos 80. Aliás, disso aí tudo ainda surgiu o Asia, formado por Steve Howe e Geoff Downes , do YES, John Welton do King Crimson e Carl Palmer, do ELP. O Baú já escreveu sobre isso aqui: http://baudorock.net/2017/03/steve-howe-retornara-ao-asia-para-shows-de-tributo-john-wetton/

 

YES - logotipo mais bonito da história do rock
O logo mais bonito da história do Rock

YES é uma banda diferente em muitos aspectos, inclusive na quantidade de integrantes que já passaram pelo lineup, que, no primeiro show em 1968 trazia Jon Anderson nos vocais, Chris Squire no baixo (na minha opinião, o melhor baixista do rock), o guitarrista Peter Banks, Tony Kaye nos teclados, e, na bateria, Bill Bruford. Depois disso mais de 15 membros fizeram aprte da história da banda, entre eles Steve Howe e Rick Wakeman, que fizeram parte da formação mais clássica do YES. 

formação clássica do YES
Chris Squire, Bill Brufford, Rick Wakeman, Steve Howe e Jon Anderson. É Clássico que fala, né?

No começo dos anos 2000 a banda teve um hiato e, lá por 2009/2010 começaram os “rearranjos”, com idas e voltas dos membros originais e, finalmente, a banda se dividiu em duas vertenes: a marca YES ficou com Steve Howe e Alan White, que seguem tocando com Geoff Downes, Billy Sherwood e Jon Davison nos vocais (essa formação eu tive o prazer de ver ao vivo). Curiosidade é que Jon Davison foi apresentado a Chris Squire por Taylor Hawkins, baterista do Foo Fighters. Jon Anderson e Rick Wakeman, por sua vez, criaram o YES ARW (Anderson, Rabin e Wakeman), que fez um belíssimo tour nos EUA em 2018.

Logo do YES ARW... não gostei
Logo do YES ARW – Julguem vocês mesmos!!!!

No começo de 2019, Jon Anderson declarou não saber qual seria o futuro da banda,  mas nessa semana Rick Wakeman veio a público falar que eles estão discutindo um tour de despdeida para 2020-2021 em uma maneira de se despedir e agradecer os fãs do mundo inteiro pelo carinho ao longo das décadas. De acordo com Wakeman, o YES ARW irá apresentar algumas músicas novas nessa turnê, não o sufciente para um novo álbum. Tô aqui, ajoelhado, pedindo apra que eles façam um show, pelo menos, por perto para que eu possa assitir e dizer adeus!

YES ARW ao vivo em Apollo, ouçam e viagem comigo!!!

 https://www.youtube.com/watch?v=Btq7nAk_RAY

Baú do Rock

About the Author: Luiz Totti

Avatar