POR QUE O LOLLAPALOOZA BRASIL AINDA NÃO FOI ADIADO?

Diferentemente do Chile e da Argentina, o evento em São Paulo ainda não foi adiado. Quais os motivos?

Se fosse pra apostar, colocaria todas as minhas fichas no adiamento do Lollapalooza Brasil. Alguns veículos de comunicação, no afã de um furo de reportagem, até publicaram que isso já aconteceu, muitos já inclusive voltaram atrás. Enquanto não sai um pronunciamento oficial da produtora que organiza o Lolla, vamos aos fatos:

  • No Chile e na Argentina as autoridades sanitárias solicitaram o cancelamento. Em São Paulo especificamente, o governador disse oficialmente que não há motivo para alarde, nem para que se desmarquem eventos culturais devido ao Covid-19.
  • No Chile, o governo já está indicando a suspensão de eventos que reúnem milhares de pessoas como medida para frear o avanço do coronavírus. Na Argentina, o prefeito de San Isidro –município na região metropolitana de Buenos Aires onde aconteceria o festival–, Gustavo Posse, tuitou que a cidade cancelou todos os eventos culturais que aconteceriam nos próximos dias.
  • Portanto no Chile e Argentina a organização do festival está acatando as recomendações das autoridades, enquanto no Brasil a decisão do adiamento teria que partir diretamente do festival.

Além disso, a T4F no Brasil ainda está negociando com artistas, patrocinadores e autoridades para ter um posicionamento mais completo e alinhado. A expectativa dos organizadores era de que os adiamentos fossem anunciados simultaneamente com os outros países, mas Chile e Argentina se adiantaram após as recomendações das autoridades.

A assessoria do evento não admite publicamente. Procurada pelo Baú do Rock, ela garante que ainda “não tem respostas” para um possível adiamento ou cancelamento. O Lollapalooza trabalha também para fazer o anúncio do adiamento já com uma data – ou, pelo menos, uma previsão – marcada no segundo semestre.

Entre as principais atrações das edições sul-americanas do Lollapalooza estão Guns N’ Roses, Travis Scott, The Strokes, Lana Del Rey, Gwen Stefani, James Blake, Vampire Weekend, Rita Ora, Charli XCX, Brockhampton, King Princess e Idles.

Esta semana, pesquisas sobre cancelamentos de eventos por conta da propagação do coronavírus no Google saltou seis vezes. A principal frase ou termo de busca na quarta (11) era “Lollapalooza cancelado”, que saltou 4050% nos últimos sete dias.

Baú do Rock

About the Author: baudorock

Avatar