Roskilde, a tragédia que abalou o Pearl Jam há 20 anos

Roskilde, Dinamarca, 30/06/2000

No dia 20 de Junho de 2000, no Festival Roskilde, um dos maiores da Europa, na cidade do mesmo nome, na Dinamarca, Pearl Jam se prepara para tocar, programado para entrar no palco em torno das 10:30 da noite. O barro, fruto da chuva que caíra naquela semana, deixava o terreno escorregadio e a galera, mais de 50 mil, em sua maioria jovens de todas as partes da Europa, esperava ansiosamente pelo show da banda de Seattle. Em poucos minutos de show o mosh pega fogo e muita gente começa a se amontoar próximo às grades do palco, enquato Eddie faz o que melhor sabe, incendiar seu público. 45 minutos depois de começar o show, quando interpretavam a música Daughter, o Gerente da trupe, Dick Adams, invade o palco e pede para parar o show, pois havia ocorrido um acidente: com o chão escorregadio, muitos jovens caem no barro, não conseguem se levantar e são pisoteados, rostos enterrados na lama, sem poder respirar. A segurança demora a perceber o que acontecia, o frenesi e o mosh pit são normais em shows de rock. Os jovens demoram a perceber o que acontecia, alguns pensam que estão pisando sobre os sacos usados para segurar a grade.

Eddie, então, com calma, pede que o público se afaste, passo a passo, devagar e sem pânico, controlando a situação: “o que vai acontecer nos próximos minutos não tem nada a ver com música, mas é importante. Imaginem que eu sou seu amigo e você precisa dar um passo para trás para não me machucar. Vocês têm amigos aqui na frente. Eu vou contar até 3 e vocês darão 3 passos para trás.” E repetiu isso 2 vezes, como pode ser visto no início do vídeo abaixo que, infelizmente, está em Dinamarquês.

Documentário da TV Dinamarquesa sobre a tragédia

E o afastamento permitiu descobrir que 8 deles haviam morrido e muitos outros estavam feridos, com mais um vindo a falecer em um Hospital da cidade de Roskilde. Eddie e trupe ficaram arrasados e o fato marcou a vida da banda para sempre, tendo registrado a tragéda na letra de “Love Boat Captain”, na frase “lost nine friends we’ll never know..” (perdemos 9 amigos que jamais conheceremos).

Line up de Roskilde 2000
Line upLine Up do festival, com 3 brazucas: Lenine, Cascabulho e Funk’n’lata

A carta lembrando os jovens

Hoje se completam 20 anos dessa tragédia e o Pearl Jam postou uma carta emotiva em seu website e uma comovente imagem, que vocês podem ver na capa desse artigo, em suas mídias sociais. Abaixo, a tradução (livre) dessa carta:

ROSKILDE

Vinte anos se passaram desde aquele dia

Um dia normal para um festival… show daqui a 5 horas. Esperando pela nossa vez

Eu mal me lembro…

Ensolardao, eu acho.

Lou Reed tocou, eu acho

Então, vento e chuva

Mas as coisas nunca mais foram as mesmas

Um acontecimento inesperado que mudou para sempre a vida de todos os envolvidos

Os 9 jovens que foram esmagados. A vida de suas famílias e de seus entes queridos que tiveram pesadelos recorrentes imaginando suas mortes e enfrentando a realidade de nunca poder vê-los outra vez. Cada pessoa presente naquele festival que testemunhou o que estava acontecendo e tentou fazer alguma coisa, talvez puxando alguém, ou apenas não tendo a menor condição de fazer algo…

E aqueles, como nossa banda, que sequer imaginaram que qualquer coisa de ruim pudesse estar acontecendo, até que fosse tarde demais.

Todos nós ali, uma eternidade, esperando para as notícias fossem diferentes.

20 anos depois, nossa banda tem mais 11 crianças, todas elas muito preciosas, e outros 20 anos entre nós.

Nosso entendimento sobre a gravidade da perda sentida pelos pais daqueles garotos vem aumentando exponencialmente, pois imaginamos nossos próprios filhos morrendo naquelas circustâncias de Roskilde em 2000.

É algo inimaginável, mas está lá. Nosso pior pesadelo.

Nossos corações ainda doem e sentimos nossos estômagos embrulhados ao lembrarmos daquelas preciosas vidas e de imaginarmos o que poderia ter sido feito, se… mas nada muda o que aconteceu.

Mas nossa dor é um milésimo da dor que se abateu sobre aquelas famílias… as mães e pais, irmãs e irmãos, melhores amigos…

Nosso profundo pesar e sinceros pedidos de desculpas àquelas famílias que perderam seus filhos naquele dia.

Aos irmãos e irmãs, avôs e avós e amigos, todos os que perderam esse bem tão precioso

Todo mundo falhou em entender o que podia ter sido feito melhor naquelas horas antes e nos dias após a tragédia. O festival, a mídia, incluindo a nós mesmos. Nós nos acuamos e ficamos irritados quando muitos relatos apontavam o PJ como responsáveis. O que falamos e fizemos era somente para ajudar naquele momento. Nos escondemos e esperamos que não fosse nossa culpa. Desde então temos feito tudo o que podemos para ajudar.

Nos encontramos com algumas das famílias durante esse tempo. Com algumas, criamos um forte senso de amizade.. compartilhando e apoiando uns aos outros. Com outras, não sabemos.

Aqueles jovens amavam a PJ e só queriam chegar mais perto. Esse era o ponto que conectava a todos que faleceram. Esperamos que nós nunca venhamos a saber o que significa sentir essa dor. Esperamos.

Estaremos para sempre escuridão da sua dor e perda e aceitamos ficar nas sombras e somos gratos que nos permitam compartilhar esse espaço sagrado. Um espaço criado pela ausência de 9 jovens rapazes.

Declaração de Pearl Jam, escrita por Stone Gossard

Web Page do PEarl Jam: https://pearljam.com/

Para ler mais sobre o carisma de Eddie VEdder, leia esse artigo do Bau: http://baudorock.net/2017/09/eddie-vedder-convida-fa-para-cantar-junto-no-palco/

Baú do Rock

About the Author: Luiz Totti

Avatar