Na TV, viuva de Chris Cornell fala pela primeira vez sobre o suicídio

Na TV, viuva de Chris Cornell fala pela primeira vez sobre o suicídio

Nesta manhã durante o programa de TV Good Morning AmericaVicky Karayiannis, viúva do músico Chris Cornell, falou pela primeira vez sobre o suicídio do seu marido, vocalista do Soundgarden, Audioslave e Temple of the Dog. Ela contou que aproximadamente um ano antes do suicídio, o médico de Chris lhe receitou o ansiolítico benzodiazepina para que ele conseguisse dormir, pois Chris havia lesionado o ombro e consequentemente a dor não o deixava dormir.

Somente após o trágico acontecimento que Vicky foi ter conhecimento que não se deve administrar esse tipo de medicamento para alguém que está se recuperando do vício em remédios controlados, e se for o caso de usa-lo, somente com um acompanhamento próximo e por no máximo três semanas.

Vicky ainda contou que Chris nunca foi um “rockstar junkie”, que ele era um cara que queria estar com a família e que jamais teria deixado esse mundo se não fosse pela overdose de remédios, que o deixou “sem condições de tomar qualquer decisão”.

Emocionada, ela completou dizendo que ele era o melhor marido, melhor pai, que perdeu sua alma gêmea e que tenta não se culpar pelo que aconteceu, mas é difícil porque “havia sinais”.  Vicky comentou que as pessoas acham que o vício é uma “escolha”, e não uma doença, e disse que Chris Cornell se sentia culpado por isso. Assista este trecho no vídeo abaixo:

54321
(1 vote. Average 5 of 5)