Mister Jump, o Rock sem medo de ser romântico.

Mister Jump, o Rock sem medo de ser romântico.

No seu EP de estreia, o trio mato-grossense aposta em um Rock romântico para alcançar um publico maior e mais diversificado.

Por mais que o Rock seja eterno e respire nas cenas locais, a cada ano que passa o estilo mais se distancia do mercado mainstream, dominado pelo sertanejo, pop, funk e reggaton. Dentro deste cenário engessado e segmentado, o nosso tão adorado Rock tem dificuldade em penetrar no dial das FMs Brasil afora.

Eis que vêm a questão: como fazer para uma banda de rock atual conseguir penetrar neste restrito mercado fonográfico? Ok, sabemos que não existe uma fórmula como se fosse receita de bolo para vingar na música, porém, algumas sacadas podem facilitar este arduo caminho. Para se reaproximar do grande mercado, canções melódicas, ceder ao abaixar o som das guitarras e assumir um lado mais romântico é uma opção adotada por algumas bandas como o Detonautas, Malta e Mister Jump.

Se o jovem de hoje que é ouvinte e consumidor do que vem do rádio, adotou o sertanejo universitário como a trilha sonora de sua geração, então como fazer para o seu Rock atingi-lo?
Se analisarmos o que o mercado vende sobre o rótulo de sertanejo, na verdade são canções pop que de caipira não tem nada! Em alguns casos, a mesma canção que integra o repertorio de um artista sertanejo, pode também estar presente no set list de uma banda de pop rock, e isso sem mudar muito o arranjo, apenas trocando o acordeon por uma guitarra. No final é tudo música pop de uma certa forma, indiferente de ser pop rock ou um sertanejo pop. É justamente nesta semelhança pop que novas bandas de rock podem tentar formar seu gueto.

Veja bem! Por que uma banda de Rock vai querer se afastar do grande público ao “brigar” com o sertanejo se mercadológicamente seria muito mais interessante tentar agregar e fazer o público do sertanejo consumir o seu Pop Rock?

É baseado neste conceito que uma nova safra do pop rock nacional e autoral tem apostado para se aproximar do público e do mercado. A banda Mister Jump, formada por Júnior no vocal, Marcão no baixo e Rodrigo na guitarra, aposta suas fichas desta forma no seu primeiro EP que está saindo hoje em todas as plataformas de streaming e posteriormente no formato físico, em CD.

Capa do EP “Destinos” do Mister Jump, já disponível nas plataformas digitais

Intitulado “Destinos“, o álbum abre com a faixa título que foi a escolhida como single de trabalho e com direito a um belo videoclipe que você confere ao final desta matéria. A canção mostra um Pop bem maduro feito por músicos bastante seguros para uma banda iniciante. Em alguns momentos lembra as baladas do Jota Quest e a letra bem madura aposta no lirismo e na poesia com belas frases tipo “Como os pássaros que migram para o Sol“.

Após a música de trabalho que apresenta um lado mais romântico, na sequência o álbum segue com uma faixa apostando mais na essência Rock do trio. A faixa “Louco” traz um riffzão de guitarra digno de uma banda veterana de Hard Rock. “Louco, muito louco, feliz da vida” – refrão simples, direto e objetivo que gruda que nem chiclete.

Voltando ao romantismo característico do grupo, a terceira faixa “Pedras e rosas” é uma balada de amor com letra motivacional. Seguindo a playlist chegamos em “Duka” – música que começa com loops e programações que remetem a uma sonoridade mais eletrônica, porém logo se revela como uma canção mais orgânica. As guitarras são sabiamente guardadas nas estrofes para explodir no refrão dando o peso e o destaque no momento certo.

A quinta faixa “Keep me in your heart” mostra a versatilidade da banda nos arranjos ao apresentar um Rock com bastante profundidade, em uma levada de bateria bem quebrada e original, fazendo a música ter momentos na estrofe em um arranjo mais ralentado e bem marcado no bumbo e baixo, para depois a música se soltar e respirar em um refrão cantado em inglês com a presença de guitarras e um teclado moog fazendo um arranjo no final do refrão. Provavelmente a faixa mais experimental. Chega a remeter um pouco ao grupo Marillion.
Finalizando o trabalho, a faixa-título do EP é reprisada como a sexta faixa em sua versão Piano Version.

Escute abaixo o EP na íntegra:

 

Assista abaixo o clipe de “Destinos”

Baú do Rock
54321
(4 votes. Average 5 of 5)